Algemiro Vasconcelos e a sua relação com a fotografia. Saiba como tudo começou.

A Huíla cresce todos os dias, e os jovens são chamados a dar o seu contributo para o engrandecimento que a província precisa.

Embora que seja de forma muito cautelosa, mas a fotografia é dos ramos do entretenimento que mais cresce. Quase todos os dias, surge sempre um novo jovem interessado a fazer fotografia, tanto de forma amadora como de forma profissional.

E hoje, trazemos para vocês, um dos jovens mais promissores no campo da fotografia. Ele chama-se:

received_1231978490221350

Algemiro Vasconcelos, jovem fotógrafo huilano de 23 anos de idade, e desde 2013 que vem eternizando momentos, através das suas fotografias. A nossa equipe, foi atrás do C.E.O da AG STUDIO e tentamos perceber de onde vem tanta paixão pela fotografia.

Numa conversa informal, veja só o que o Algemiro nos contou sobre a sua arte:

Como é que a fotografia surge na tua vida?

Tudo começou por influência do meu irmão mais velho, Tadeu Vasconcelos. A primeira máquina profissional que peguei, foi a dele. Acabei fascinado e daí nunca mais parei.

Quais foram os teus primeiros objectivos com a fotografia?

Quando peguei na máquina, o meu primeiro objectivo foi mostrar algo diferente, ou seja, cativar as pessoas através da minha forma de fotografar.

Depois comecei a pensar em ter um nível considerável de reconhecimento. Foi por isso que apostei nos estudos, cursos online e percebi que a fotografia era algo maior do que eu imaginava.

received_1231111370308062

Qual o trabalho feito no início da sua carreira, do qual, nunca se esquecerá?

O trabalho que mais me deixou satisfeito, foi o que realizei em 2013, uma sessão fotográfica com a minha primeira modelo, Cristina Paiva Santana. Foi das primeiras pessoas a acreditar no nosso trabalho, e até hoje não me canso de ver aquelas fotografias.

Quando é que decidiste criar a tua marca, AG STUDIO?

Bem…a AG STUDIO é recente, tem apenas um ano de existência.

A minha primeira marca foi a Black Gold Angola, criada em 2014, com ajuda dos meus melhores amigos, o Marcos Machado, Jelson Matos Vasconcelos, e sem esquecer o grande impulsionador, Maldonado Macedo, tenho uma grande estima por este camarada.

 

Quais são as tuas actuais marcas e qual é o papel de cada uma?

Estou ligado a duas marcas:

BLACK GOLD ANGOLA, que além de ser uma revista online, é uma agência fechada, de apenas modelos fotográficos.

AG STUDIO, que é uma Empresa aberta ao público, onde prestamos serviços de fotografia, especializada em sessões fotográficas à particulares.

O meu grande objectivo, é levar estas marcas o mais longe possível, desde expansão em outras províncias, até ao reconhecimento internacional do trabalho que faço.

E para o próximo trimestre, temos a primeira exposição fotográfica da marca AG STUDIO, abertura do nosso escritório em Benguela e a primeira sessão fotográfica para modelos na província do Huambo.

received_1231123430306856

Como é que olha para a questão da valorização do trabalho que fazem, propriamente pelos citadinos do Lubango como por parte dos organizadores de eventos?

Embora exista falta de seriedade por parte de alguns organizadores de evento, mas podemos dizer que o nível de aceitação é considerável. O Público no geral, vai fazendo críticas e sugestões que nos levam em crer que melhores tempos virão.

received_1231120246973841

E bem no final da nossa descontraída conversa, veja o que o AG disse.

“Gostaria de agradecer primeiro a Deus e depois aos meus familiares e amigos. Aos fotógrafos que me receberam ou me mostraram como se trabalha e de certa forma impulsionaram o processo de evolução do meu trabalho.

O meu irmão Tadeu, muito obrigado, os meus grandes amigos, Russo RK, Valdir Flávio, Nelson Miguel, Sem se esquecer o pessoal que tenho como referencia e fonte de inspiração: Euclides C.E.O, Ted Yesunari, e ao meu grande professor, Juan Diego.

A toda equipe da Black Gold: Sander, Krisna, Maldo e Xando, o meu grande abraço e estamos todos de parabéns por fazermos parte desta grande família”.

received_1231122096973656

 

 

 

 

 

 

 

1 comentário em “Algemiro Vasconcelos e a sua relação com a fotografia. Saiba como tudo começou.

  1. Agradecido pelo reconhecimento meu caro amigo… tas de parabéns vc e pra toda a tua equipe muita força e inovação. tudo de bom pra vcs. AG

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *